Saltar para o conteúdo principal

Resíduos Sólidos Urbanos

A correcta gestão dos resíduos é, cada vez mais, uma exigência das sociedades modernas.
Tendo em conta a satisfação dos munícipes, a Câmara Municipal da Golegã tem vindo a desenvolver uma gestão eficaz, respondendo às necessidades dos produtores de resíduos contribuindo para a qualidade de vida no concelho.
Com o objectivo de optimizar a recolha selectiva, também a contentorização existente no Concelho é de diferentes tipos, de acordo com as características da área abrangente em questão:

Ecopontos
Os Ecopontos são constituídos por:
- 1 contentor para o Papel/Cartão (Azul);
- 1 contentor para o Vidro (Verde);
- 1 contentor para as Embalagens/Plástico (Amarelo);
- Por vezes têm também um mini-contentor para pilhas (Pilhómetro);


Moloks
Este tipo de contentor substitui o tradicional, trazendo inquestionáveis vantagens a diversos níveis:
- Os resíduos são mantidos mais frescos do que a temperatura ambiente devido às condições de baixa temperatura do subsolo;
- O desenvolvimento de bactérias é muito menor e a decomposição dos resíduos efectua-se lentamente sem que se verifiquem odores desagradáveis. As condições mantêm-se por mais tempo e evita-se o transbordo do lixo;
- Neste sistema, os resíduos estão sempre protegidos no interior de um saco de plástico descartável. Assim, quer o contentor quer o camião de transporte encontram-se sempre em perfeitas condições de higiene e limpeza.


Ilhas Ecológicas
São constituídas por contentores subterrâneos associados a marcos exteriores que se encontram identificados consoante o tipo de resíduos a que se destinam, apresentando vantagens ambientais significativas que justificam o investimento autárquico: por um lado, a possibilidade da separação selectiva dos lixos, efectuada pelos próprios munícipes; por outro, e em termos estéticos, um menor impacte visual nos núcleos urbanos e uma diminuição da libertação de odores.

 

Ecocentros
Os Ecocentros são recintos fechados onde se pode depositar tudo aquilo que se coloca num Ecoponto, bem como todos os resíduos de características diferentes ou de grandes dimensões:

Pequenos entulhos, resíduos verdes;
Sucata de lata (alumínio, metais ferrosos, chumbo, latas);
Madeira (paletes, embalagens, pranchas, soalhos, divisórias, contraplacados, móveis);
Pilhas, baterias;
Electrodomésticos fora de uso;
Pneus;
Resíduos de plástico;
Papel/cartão.

Os resíduos são recebidos e seleccionados na Resitejo, empresa responsável pelo seu tratamento.

Uma vez que a Resitejo ainda não dispõe de uma central de valorização orgânica, os resíduos verdes recolhidos pela Câmara Municipal da Golegã são enviados para a empresa Componatura em Torres Novas que possui uma central de compostagem.
A Câmara é ainda responsável pela recolha gratuita de outros resíduos tais como papel e cartão aos comerciantes, objectos de grandes dimensões, "monstros" (electrodomésticos, móveis, colchões), ou remoção de resíduos de jardim.
 

Os materiais não aproveitáveis são encaminhados para o Aterro da área.

Para mais informações, consulte o site da Resitejo
www.resitejo.pt

Este tipo de recolha tem sido desenvolvida ao longo dos últimos anos, em função de diversos factores como o tipo de resíduos produzidos, quer em termos qualitativos como quantitativos, ou as próprias características do Concelho, nomeadamente a sua morfologia e dispersão dos agregados populacionais, contribuindo para o claro aumento da percentagem de materiais reciclados, condição necessária e indispensável para ser alcançada a situação de "ambiente sustentável".

 Plano de Ação do Município 2015-2020 -  PAPERSU

pdf  Regulamento de Resíduos Sólidos, Higiene e Limpeza Pública (43.82 kB)

 

voltar ao topo