Imprimir esta página

Serviço de Atendimento e Acompanhamento (SAAS)

 

Serviço de Atendimento e Acompanhamento (SAAS)


No passado mês de abril, transitou para o Município da Golegã as competências em matéria de ação social, assegurando o serviço de atendimento e de acompanhamento social (SAAS) e para a elaboração dos relatórios de diagnóstico técnico e acompanhamento e a atribuição de prestações pecuniárias de caráter eventual em situações de carência económica e de risco social.
 
O SAAS da Golegã pretende promover uma ação social compreensiva, integrada e concertada na proximidade às pessoas e às famílias, criando condições de maior equidade social no exercício da cidadania, incluindo o acesso a direitos, apoios e serviços, e de desenvolvimento da comunidade e do território. Assegura também o atendimento em situação de emergência social.
 
Sede e Horário de Funcionamento
O SAAS está sedeado no Edifício Equuspolis, Rua D. João IV, 2150-169, Golegã.
1. O SAAS funciona em dias úteis de segunda a sexta, com encerramento de uma hora durante o período de almoço.
2. O período de atendimento do serviço tem a duração de seis horas diárias, abrangendo o período da manhã, das 09h00 às 13h00, e o período da tarde, das 14h00 às 16h00.
 
Polos de Atendimento - Azinhaga
Sedeado na Biblioteca José Saramago, na freguesia de Azinhaga, sito na Rua Pilar d’el Rio, 2150 – 006 Azinhaga.
Os atendimentos realizam-se às segundas-feiras das 10h00 às 12h30.
O atendimento é efetuado mediante marcação de entrevista prévia, por telefone, por correio eletrónico e/ou pessoalmente, a qualquer dia da semana nos espaços de atendimento.
 
Polos de Atendimento - Pombalinho
Sedeado na Casa do Povo do Pombalinho, na freguesia do Pombalinho, sito na Rua Carolina Infante da Câmara n.º 14/16, 2150-081 Pombalinho.
Os atendimentos realizam-se às segundas-feiras das 14h30 às 16h30.
O atendimento é efetuado mediante marcação de entrevista prévia, por telefone, por correio eletrónico e/ou pessoalmente, a qualquer dia da semana nos espaços de atendimento.
 
Objetivos do SAAS
São objetivos do SAAS:
 - Informar, aconselhar e encaminhar para respostas, serviços ou prestações sociais adequadas a cada situação, em articulação com os competentes serviços e organismos da administração pública;
 - Apoiar em situações de vulnerabilidade social;
 - Prevenir situações de pobreza e de exclusão social;
 - Contribuir para a aquisição e/ou fortalecimento das competências das pessoas e famílias, promovendo a sua autonomia e potenciando as redes de suporte familiar e social;
 - Assegurar o acompanhamento social do percurso de inserção social;
 - Mobilizar os recursos da comunidade adequados à progressiva autonomia pessoal, social e profissional.
 
Princípios orientadores
O SAAS obedece, designadamente, aos seguintes princípios:
 - Promoção da inserção social e comunitária;
 - Contratualização para a inserção, como instrumento mobilizador da corresponsabilização dos diferentes intervenientes;
 - Personalização, seletividade e flexibilidade de apoios sociais;
 - Intervenção prioritária das entidades mais próximas dos cidadãos;
 - Valorização das parcerias para uma atuação integrada;
 - Intervenção mínima, imediata e oportuna.

Atividades do SAAS
No SAAS são desenvolvidas as seguintes atividades:
 - Atendimento, informação e orientação de cada pessoa e família, tendo em conta os seus direitos, deveres e responsabilidades, bem como dos serviços adequados à situação e respetivo encaminhamento, caso se justifique;
 - Informação detalhada sobre a forma de acesso a recursos, equipamentos e serviços sociais que permitam às pessoas e famílias o exercício dos direitos de cidadania e de participação social;
 - Atribuição de prestações de carácter eventual com a finalidade de colmatar situações de emergência social e de comprovada carência económica;
 - Planeamento e organização da intervenção social;
 - Contratualização no âmbito da intervenção social;
 - Coordenação e avaliação da execução das ações contratualizadas.
Sempre que se justifique uma intervenção complementar, devem ser acionadas, em parceria, outras entidades ou setores da comunidade vocacionadas para a prestação dos apoios mais adequados, designadamente da segurança social, saúde, educação, justiça, migrações, emprego e formação profissional.
 

Marcação de atendimento através dos contactos:


Telef.: 249 979 000

Telemóvel: 961 570 491


E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.